You are currently viewing Habilitação em Laserterapia para Dentistas

Habilitação em Laserterapia para Dentistas

Habilitação em Laserterapia para Dentistas – Confira neste artigo um novo olhar para o seu paciente, através da laserterapia.

A odontologia é uma área ampla, inclui diferentes especialidades e está em constante evolução tecnológica. 

A cada ano novos materiais, novas técnicas, novas formas de reestabelecer a saúde bucal dos pacientes são desenvolvidos ou aprimorados.

E o Laser faz parte desse novo arsenal do Dentista, e definitivamente veio para ficar. Entre os lasers utilizados na Odontologia, estão dois tipos:

  • Os terapêuticos;
  • Os de alta potência/cirúrgicos. 

A seguir, entenda mais sobre cada tipo de laser. Boa leitura!

Laserterapia para Dentistas – Um novo olhar para o paciente

O que são Lasers terapêuticos?

Primeiramente, vamos entender o que são os Lasers terapêuticos e o que são os de alta potência/cirúrgico. Veja abaixo!

Os lasers terapêuticos, ou em baixa intensidade, realizam a Fotobiomodulação (FBM) e promovem a modulação da inflamação, que leva à analgesia e regeneração tecidual.

Sua aplicação é ampla uma vez que a inflamação é a forma pela qual os tecidos respondem aos estímulos nocivos com a finalidade de regeneração tecidual.

Traumas, cirurgias, infecções, dores crônicas por disfunções levam à inflamação e esse processo gera algumas consequências como o inchaço, a dor, a vermelhidão, a perda de função e outros desconfortos para o paciente.

A Fotobiomodulação, ao entregar energia luminosa aos tecidos lesionados, age na resolução da inflamação, minimizando ou evitando suas consequências além de acelerar a regeneração. 

Sendo assim, entre as vantagens da Fotobiomodulação estão: 

  1. É uma técnica não invasiva;
  2. Evita ou reduz o uso de medicamentos;
  3. Acelera a resposta tecidual (principalmente em pacientes com comprometimentos sistêmicos ou problemas de regeneração);
  4. Técnica rápida e indolor;
  5. Baixo custo de investimento (o valor do laser e do curso de laser são facilmente recuperados, o retorno sobre o investimento é rápido);
  6. Aumenta o número de tratamentos realizados pelo profissional (muitos tratamentos só são possíveis com o uso do laser como: mucosite oral, parestesias, nevralgias, paralisias, aftas, estomatites, herpes, PDT – descontaminação local, etc.).
  7. Agrega valor aos atendimentos
  8. Melhora a experiência do paciente no consultório (menos dor, menos desconforto) 

Portanto, existem vários benefícios no uso da Fotobiomodulação.

<div role="main" id="formulario-blog-8b8d74f1ca90081460c1"></div>
<script type="text/javascript" src="https://d335luupugsy2.cloudfront.net/js/rdstation-forms/stable/rdstation-forms.min.js"></script>
<script type="text/javascript"> new RDStationForms('formulario-blog-8b8d74f1ca90081460c1', 'UA-103595074-1').createForm();</script>

E como funcionam os lasers de alta potência?

Dando sequência em nosso tema, os lasers de alta potência tem efeito térmico e sua ação é dependente da interação com o tecido alvo.

Por sua vez, os tecidos alvos podem ser:

  • Mineralizado, e o laser de alta potência pode remover e cortar tecido dental e ósseo,
  • Tecido mole, o laser age ablacionando a água, ou interagindo com pigmentos sendo utilizado para cirurgias e tecido mole como frenectomias, gengivoplastias, remoção de fibromas, etc.

Entre os tipos de Lasers mais usados estão os Érbios, NdYAG, CO2 e Diodos. 

Laserterapia para dentistas – Principais vantagens

Dessa forma, podemos destacar as principais vantagens dos lasers de alta potência/cirúrgicos, que são:

  1. Remoção seletiva da cárie dental (preservação do tecido mineralizado sadio) 
  2. Cirurgia sem sangramento (hemostasia imediata)
  3. Cicatrização por segunda intenção (ausência de sutura)
  4. Regeneração mais rápida
  5. Soluções novas como remoção de facetas com laser de érbio 
  6. Cirurgias mais rápidas e com menor quantidade de anestésico
  7. Possibilidade cirúrgica para pacientes com problemas de coagulação/hipertensos/diabéticos 
  8. Descontaminação local de bolsas periodontais, cirurgias, canais radiculares, etc.

Na odontologia, o resultado do atendimento clínico e o sucesso terapêutico dependem da resposta biológica do paciente! Mesmo quando o profissional tenha feito um excelente trabalho técnico.

Ou seja, o tempo de regeneração, a qualidade dos tecidos e a recuperação da função estão relacionados com as características do paciente, como: idade, imunidade, doenças crônicas, estado nutricional, stress, entre outros. 

Sendo assim, a Fotobiomodulação e a Laser cirurgia contribuem de forma favorável para melhorar a resposta biológica do paciente, melhorando de forma significativa os resultados clínicos. 

Além da FBM e do laser de alta potência, hoje o dentista também tem no seu arsenal de Laser equipamentos que fazem a técnica sistêmica, através da irradiação sanguínea via vasos periféricos como artéria radial, sublingual e carótida.

Assim como a Laserpuntura, que usa a luz sobre acupontos com efeitos sistêmicos que podem complementar a terapia local. 

Laserterapia para dentistas – Conclusões

Em síntese, todo esse conhecimento precisa ser adquirido em um curso de Habilitação em Laserterapia, uma área reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO). O curso capacita o dentista a usar o Laser nas suas diversas formas dentro das diferentes áreas da Odontologia.

Além disso, traz um novo olhar para a saúde e para as formas de tratamento, agora mais rápidas, eficazes e com menor desconforto. 

E os pacientes? Eles estão cada vez mais em busca de Dentistas Laserterapeutas! Quem não quer mudar para melhor a sua experiência na cadeira do dentista? 

Ah! E fica aqui o convite para você se Habilitar em Laserterapia com a nossa equipe na São Leopoldo Mandic. Temos várias turmas todos os anos e oferecemos o curso em algumas unidades da SLMandic espalhadas pelo Brasil como Campinas, Curitiba e Porto Alegre.

Por fim, saiba mais no site da Instituição e procure pela coordenadora do curso: Daiane Thais Meneguzzo. 

Link para a turma em andamento

Link para a próxima turma com início em março

Te espero!

Um grande abraço,

Daiane. 

“Juntos levamos luz para o mundo” 

Leia também: Tratamento de Feridas com Laserterapia – 10 Dicas Essenciais

Deixe um comentário