Parestesia – tratamento com Laserterapia – Allaser
Pular para o conteúdo
Daiane Meneguzzo

Daiane Meneguzzo

Doutora em Ciências pelo Centro de Lasers e Aplicações do IPEN/CNEN, USP. Graduada em Odontologia pela Faculdade de Odontologia da USP -SP, Mestre e Especialista em Dentística pela USP -SP.

Parestesia – tratamento com Laserterapia

A Parestesia é uma alteração ou ausência de sensibilidade nervosa que pode acontecer após um procedimento cirúrgico. Por exemplo, após uma extração dental parte da língua e região dental podem ser acometidas. Enxertos e implantes também podem causar falta de sensibilidade em lábios e queixo. Os sintomas são variáveis desde a ausência total de sensibilidade, até sensações de peso, formigamento, dor e coceira. Dificuldades ao comer, babar-se, dificuldade para passar batom e beijar estão entre as principais queixas dos pacientes.

É muito comum os pacientes relatarem: “FIZ A CIRURGIA DE REMOÇÃO DO SISO E AGORA NÃO SINTO PARTES DA MINHA BOCA. O QUE FAZER?“.  Nesta situação ambos paciente e profissional ficam abalados, mas, assim como outros riscos, a parestesia faz parte das possíveis complicações cirúrgicas.

O tratamento convencional é o uso de vitaminas do complexo B, exercícios e tempo. As vezes demora anos para a sensibilidade voltar, as vezes o paciente se acostuma com a parestesia e interrompe o tratamento.

Uma alternativa  já bastante relatada na literatura é a fotobiomodulação com laser em baixa intensidade – ou simplesmente – Laserterapia.  O Laser doa energia luminosa favorecendo a regeneração do tecido nervoso lesionado promovendo a recuperação da sensibilidade. Ainda, pode ser utilizado para a prevenção de possíveis parestesias, quando realizado no pós operatório de cirurgias bucais. A utilização do laser no pós operatório cirúrgico traz também outros benefícios aos pacientes como rápida cicatrização, ausência de edema e dor (evita o uso de anti-inflamatórios e analgésicos),  melhora na musculatura facial pós cirúrgica, etc.

A técnica é rápida e indolor, e o número de sessões varia com o tempo da parestesia. Lesões recentes tendem a melhorar mais rápido, no entanto, a melhora clínica é percebida mesmo em parestesias antigas.

Quem pode realizar esse tratamento? Somente Dentistas Habilitados em Laserterapia.

por Dra. Daiane Thais Meneguzzo, PhD – CRO-SP 8686-3

 

 

 

Últimas do Blog

Últimas do Blog

Visitar todos os blogs da allaser Ver Todos

Profissional de laser

Escritório sede

Av. joão mendes junior, 180, sala 20 / 22, cambui, campinas/sp - tel: 19 3291-9996

Eventos Allaser